sábado, 16 outubro de 2021
Aqui você fica por dentro de tudo que acontece em Brazlândia.

Brazlândia – DF

Notícias

Saiba o que fazer em caso de remarcação ou cancelamento

6 Mins read

Em caso de cancelamento de voos, especialistas e companhias aéreas explicam sobre a validade, o reembolso ou a remarcação de passagens compradas por milhagens

 (crédito: Maure)
(crédito: Maure)

A chegada do novo coronavírus prejudicou a troca de pontos e milhas pelo item preferido dos consumidores participantes de programas de fidelidade: as passagens aéreas. Quem está acumulando milhagem para viajar ou já emitiu bilhetes usando a pontuação costuma ter dúvidas sobre como fica a validade das milhas, o reembolso ou a remarcação em caso de cancelamento do voo.

É o caso da psicóloga Leila Mattos, 35 anos, que está sem saber o que fazer com as milhas. “Eu amo viajar. A cada dois anos, escolho um destino para conhecer, seja no exterior, seja no próprio Brasil. Sempre acumulo a milhagem, já que enxergo, inclusive, como uma forma de economia”, conta. Esse ano, o destino seria Irlanda, mas precisou ser adiado. “Com a situação da Europa, não tinha condições. Precisei deixar a viagem de lado”, diz.

Sem previsão sobre o fim da pandemia, a psicóloga compartilha a preocupação. “Eu não sei até quando esses pontos vão ficar disponíveis para serem utilizados. Seria uma pena perdê-los”, lamenta Leila. Ela explica que está sem o devido esclarecimento quanto às milhagens. “Não sei como fica o vencimento, se há opção de troca por produtos. Tentei contato com as empresas, mas não tive resposta. O que espero é que não saia prejudicada nessa história, uma vez que a pandemia é um caso atípico”, pondera.

De acordo com o advogado especialista em direito do consumidor Welder Rodrigues Lima, os prazos de expiração das milhas dependem do regulamento de cada companhia aérea, variando entre três e 10 anos. Durante a pandemia, alguns prazos foram prorrogados. “Nos casos de motivo de força maior, como na pandemia, em que fornecedor e consumidor não são responsáveis pelo que motivou a impossibilidade do uso das milhas dentro de sua validade, há de se procurar a companhia aérea para verificar quais as possibilidades oferecidas para que o cliente não tenha prejuízos, lembrando que o consumidor é a parte hipossuficiente da relação de consumo, e o fornecedor deve arcar com os riscos de sua atividade econômica”, ressalta.

Caso a viagem seja cancelada, Welder diz que o correto é que a milhagem seja estornada, e ressalta os cuidados que fornecedores devem ter para manter o zelo com a relação de consumo. “Devem informar com clareza quais as regras de utilização, o prazo de validade, se haverá necessidade de desembolso de algum valor adicional e não promover preços proporcionalmente diferenciados entre os pagamentos em dinheiro e milhas”, diz.

Welder ressalta que o consumidor deve ficar atento se, realmente, os programas de milhagens apresentam alguma vantagem ou apenas aparentam ser vantajosos. “Em alguns casos, o ganho de pontos é muito pequeno em relação aos valores pagos, e a troca por passagens aéreas exige quantidade muito elevada de pontos, em desproporcionalidade com o valor cobrado em dinheiro. Isso acaba sendo muito vantajoso para as companhias aéreas, pois levam o consumidor a pagar mais para acumular pontos sem que isso, de fato, represente uma vantagem considerável a ele”, adverte.

Legislação

Apesar de a medida provisória editada pelo governo federal para socorrer o setor e de o acordo fechado entre a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e as empresas aéreas não citarem especificamente as milhas, o advogado especialista em direito civil Rodrigo Fagundes diz que, atualmente, não existe uma legislação específica para o tema. No entanto, o consumidor encontra-se resguardado pelas regras estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Fui lesado, o que fazer?

O consumidor deve tentar acordo com a própria companhia aérea e, em caso de insucesso, reclamar junto aos órgãos reguladores, como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), ou de proteção do consumidor, como o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon). Em último caso, deverá buscar orientações de um advogado, defensoria pública ou juizados especiais cíveis, se o valor de eventual dano não ultrapassar o montante de 20 salários mínimos.

*Estagiária sob a supervisão de Adson Boaventura

Iniciativas

O que fazer com o bilhete emitido com pontos ou milhas quando há cancelamento de voo pela companhia?

LATAM: Caso a operação do voo tenha sido impactada, independemente se o cliente emitiu a passagem com pontos ou comprou o bilhete, as regras permanecem as mesmas e o cliente poderá reagendar o seu voo durante a validade da passagem — até 31 de dezembro de 2021, se sua viagem tiver começado em 2020, ou por 12 meses a partir da data de início da viagem original, se a viagem começar em 2021.

GOL: O cliente possui duas opções: remarcação — para mesma origem, destino ou aeroporto indicados no voo original — ou cancelamento, com isenção de taxas e reembolso das milhas.

E, se o consumidor cancelar, como fica a milhagem?

LATAM: Com a flexibilização das medidas de remarcação, todos os clientes que emitiram suas passagens a partir de março deste ano têm a possibilidade de remarcar suas passagens sem custos em até 330 dias — aproximadamente 11 meses — a partir da data da sua viagem original.

GOL: Caso o cliente deseja cancelar voluntariamente a sua viagem GOL adquirida com milhas Smiles, o reembolso de milhas pode ser feito com o pagamento de uma taxa.

As companhias estão aceitando novas conversões de milhas?

LATAM: O Latam Pass, programa de fidelidade do Grupo Latam, contém hoje diversos parceiros disponíveis em seu site, que contemplam mais de 50 parceiros de redes varejistas e mais de 20 instituições financeiras para transferência dos pontos dos programas dos bancos para o Latam Pass. Vale lembrar que os clientes ainda podem turbinar seus pontos por meio das facilidades oferecidas pelo programa.

GOL: Sim. O acúmulo de milhas na Smiles segue normalmente, em todas as frentes na plataforma.

Como fica o vencimento das milhas?

LATAM: Os pontos Latam Pass são válidos por dois anos, a partir da data de voo ou do lançamento dos pontos na conta do cliente. Lembrando que o programa possui facilidades como o Clube Latam Pass e oferece o Latam Pass Itaucard que, a depender do plano ou variante do cartão, possibilitam pontos que não expiram.

GOL: O vencimento das milhas segue sem alterações na plataforma. Para quem é Clube Smiles, as milhas acumuladas tem 10 anos de validade. A companhia oferece o serviço de reativação de milhas mediante o pagamento de uma taxa para as milhas que expiraram no último ano, e elas retornam com o prazo de mais um ano de validade. Ainda assim, se o cliente tem pontos que vão vencer em 30 dias, ele pode comprar a extensão de milhas, serviço que permite ganhar 30, 60 ou 90 dias para resgatar suas milhas.

Há opção de troca de pontos por produtos?

LATAM: Sim. O programa oferece diversos parceiros como Ipiranga, Magalu, Netshoes, Renner, entre outros, que possibilitam o resgate de produtos ou serviços. Os clientes podem conferir as oportunidades no site da empresa.

GOL: Sim. A Smiles é uma plataforma de resgate que vai desde viagens até créditos para Uber e Uber Eats, abastecimento de combustível com Shell Box e aluguel de carros com a Localiza. Os clientes contam, ainda, com o Shopping Smiles, marketplace que reúne as principais varejistas do Brasil, como Magalu, Fast Shop, Ponto Frio, Extra, entre outros.

Azul linhas aéreas

Cobrança por remarcação

Maria Eunice
Plano Piloto

A consumidora Maria Eunice de Souza buscou a coluna Grita do Consumidor para reclamar que teve a passagem cancelada pela companhia aérea e, mesmo assim, precisou de pagar um custo adicional para a remarcação da mesma. “Comprei em janeiro para viajar em maio deste ano, uma passagem de ida e volta para Juazeiro do Norte (CE), no valor de R$ 853. Ocorre que os voos foram cancelados pela empresa e desde setembro, venho tentando, sem sucesso, contatos telefônicos para remarcá-los. Depois de várias tentativas frustradas, recebi um e-mail me oferecendo a ida no dia 6 de dezembro, sem alusão à volta, pagando um complemento de R$ 797,44 e exigindo resposta até as 20h do mesmo dia. Não me interessa reembolso, nem pagar qualquer valor a mais pelas passagens, pois as comprei há quase um ano e a empresa já usufruiu da quantia paga”, conta.

Resposta da empresa
A Azul linhas aéreas esclareceu que realizou contato com a cliente e solucionou a tratativa.

Resposta da consumidora
A atendente me ligou e resolveu o caso sem cobrar o valor a mais.

Livraria Leitura

 (crédito: Maure)
crédito: Maure

Falta de atendimento

Lia Soares
Planaltina

A estudante Lia Soares, 21 anos, entrou em contato com o Grita do Consumidor para reclamar da falta de atendimento na livraria Leitura do shopping Conjunto Nacional. “Como é uma livraria, geralmente a gente precisa de ajuda para achar os livros, se temos algum em mente. Mas, os atendentes não estão em nenhum lugar à vista, e você pode ficar andando lá dentro a tarde inteira e ninguém vem ver se precisa de ajuda”, relata.

Resposta da empresa
A Leitura agradeceu o encaminhamento da reclamação e informou que entrou em contato com a cliente para esclarecimentos. “Estamos sempre dispostos a ouvir críticas e a procurar aprimorar nosso atendimento ao cliente”, finaliza.

Resposta da consumidora
Costumo evitar a do Conjunto Nacional por causa desse problema de atendimento. Caso perceba melhoras, provavelmente irei mais vezes.

Reclamações dirigidas a esta seção devem ser feitas da seguinte forma:

Breve relato dos fatos
Nome completo, CPF, telefone e endereço
E-mail: [email protected]
No caso de e-mail, favor não esquecer de colocar também o número do telefone

Razão social, endereço e telefone para contato da empresa ou prestador de serviços denunciados. Enviar para: SIG, Quadra 2, nº 340 CEP 70.610-901 Fax: (61) 3214-1112

Telefones úteis
Anatel 1331
Anac 0800 725 4445
ANP 0800 970 0267
Anvisa 0800 642 9782
ANS 0800 701 9656
Decon 3362-5935
Inmetro 0800 285 1818
Procon 151
Prodecon 3343-9851 e 3343-9852

Informações Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe ajudar.
👋 Anuncie com a gente!

Os cookies nos ajudam a fornecer, proteger e melhorar nossos produtos e serviços. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.