terça-feira, 26 outubro de 2021
Aqui você fica por dentro de tudo que acontece em Brazlândia.

Brazlândia – DF

Notícias

Polícia Civil investiga contra rede de pedofilia instalada no DF

1 Mins read

Nas últimas semanas, um servidor o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), de 49 anos e um funcionário da Eletronorte, de 62, foram presos

apreensão
Reprodução/PCDF
Investigadores da Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) da Polícia Civil apuram a existência de uma rede de pedofilia enraizada no Distrito Federal. Nas últimas duas semanas, um servidor do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), de 49 anos, e um funcionário da estatal Eletronorte, de 62, foram presos em flagrante por armazenarem material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. As detenções ocorreram no âmbito da operação Coleciona-Dores.As apurações ainda não apontaram ligação entre os detidos com a suposta rede atuaria. No entanto, os agentes tentam identificar outros suspeitos envolvidos no esquema que alimenta a troca e o armazenamento de fotos e vídeos que exploram a pornografia infantil. As equipes da DRCC miram em vestígios deixados pelos últimos suspeitos flagrados.

Os investigadores começaram a verificar a participação, em grupos, com finalidade de compartilhamento de fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena pornográfica envolvendo crianças e adolescentes. “Inclusive, estamos checando se a atuação se dá por intermédio da Deepweb”, explicou o delegado Dário Taciano de Freitas.

Veja imagens da segunda fase da operação:
Prisões

A primeira prisão durante a segunda fase da operação teve como alvo um servidor público federal do Tribunal Regional de Trabalho (TRT) na quinta-feira (12/11), em Águas Claras, por armazenar vídeos e fotos envolvendo pornografia infantojuvenil. O mesmo cenário foi encontrado pelos policiais durante a detenção, nesta quarta, de um funcionário da Eletronorte.

Durante o cumprimento, a equipe prendeu o empregado da companhia de energia em flagrante. Na casa dele, os policiais encontraram materiais guardados em um HD externo.

Comprovado que o indivíduo praticou a conduta delitiva de “armazenar” e, após laudo pericial, evidenciar o ato de “compartilhar”, poderá incidir a regra do concurso material quanto aos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B, ambos da Lei n. 8.069/90, cuja pena máxima poderá chegar a 10 anos de reclusão.

Informações do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Queremos ouvir você! Ajude o Portal de Brazlândia a ficar com a sua cara.
👋 Mande sua mensagem, notícia, elogio, reclamação ou dúvida sobre anúncio

Os cookies nos ajudam a fornecer, proteger e melhorar nossos produtos e serviços. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.