sábado, 16 outubro de 2021
Aqui você fica por dentro de tudo que acontece em Brazlândia.

Brazlândia – DF

DestaqueNotícias

Obra do artista Francisco Galeno é removida pela Administração de Brazlândia

2 Mins read

Por quase 30 anos, os moradores de Brazlândia (DF) conviveram com uma das principais criações do artista plástico Francisco Galeno: o calçadão de pedras portuguesas da orla do Lago Veredinha. Na manhã desta segunda-feira (12/7), parte dessa memória cultural foi arrancada pela administração da cidade, sem aviso, conforme denúncia o filho do piauiense em vídeo divulgado nas redes sociais.

Na imagem, João Galeno mostra um trator arrancando a estrutura, durante serviço de recuperação do local, usado pela população para a prática de exercícios e esportes. “Deveria ser um patrimônio”, salienta o filho do artista, que também criou os painéis da Igreja Nossa Senhora de Fátima, a Igrejinha da 307/308 da Asa Sul.

Quando vi o vídeo, fiquei muito triste. Foi como se tivessem arrancado um pedaço de mim. É como um filho que você fez, que viu nascer, que viu crescer, e de repente, começam a maltratar e arrancam de você”, lamenta Francisco Galeno.

Em entrevista, o artista disse não ter recebido nenhuma notificação e que foi pego de surpresa com a destruição da obra. “Imagina eu vendo o meu trabalho sendo arrancado sem ter uma razão plausível? ”, questiona Galeno.

O artista conta que a obra do calçadão foi uma das maiores da sua carreira, e também de maior valor afetivo, por ter sido realizada na cidade onde foi criado e descobriu o talento para as artes. “Foi um trabalho minucioso, de meses. Quando ficou pronto, o resultado me deixou muito feliz. Principalmente por ser um trabalho público, em benefício da cidade e dos moradores de Brazlândia”, ressalta. “Se de fato tirarem o calçadão, vai ser uma perda terrível. Já somos tão carentes de arte”, conclui.

Outro lado

Em nota a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec) informou que o secretário Bartolomeu Rodrigues foi pego de surpresa com os vídeos da remoção da obra. A pasta explicou que a área não é tombada, mas que Rodrigues pediu a suspensão imediata do serviço ao administrador, Jesiel Costa Rosa, que acatou a decisão. “Será designada uma equipe da Subsecretaria de Patrimônio (Supac) para ir ao local fazer uma avaliação”, completa a nota.

O governador em exercício do DF, Paco Britto, informou que entrou em contato com Ibaneis Rocha (MDB) assim que soube do caso. “Conversei com o governador Ibaneis e mandei suspender porque ali não é problema de calçada, é cultural. Mandei fazer uma reunião com o secretário da Cultura, a Novacap e a Administração de Brazlândia. A solução ali é outra, não é de demolir obras de arte histórica de nossa cidade”, destacou.

FONTE: Metrópolis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe ajudar.
👋 Anuncie com a gente!

Os cookies nos ajudam a fornecer, proteger e melhorar nossos produtos e serviços. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.