sábado, 16 outubro de 2021
Aqui você fica por dentro de tudo que acontece em Brazlândia.

Brazlândia – DF

DestaqueNotícias

Moro volta ao Brasil e estuda terreno para eleições de 2022

2 Mins read

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro retornou ao Brasil, ontem, e deixou líderes partidários do Podemos na expectativa de que ele se encontre com representantes da legenda para informar se está disposto a se filiar para disputar as eleições do ano que vem. Desde que saiu do governo federal, no ano passado, Moro tem sido sondado pela sigla, que o tem como plano A para concorrer ao Palácio do Planalto.

Até o momento, o ex-juiz tem evitado se comprometer com o Podemos e ainda analisa se vale a pena tentar a Presidência da República considerando o atual cenário de polarização política. Sobretudo porque os candidatos que lideram as pesquisas de intenção de voto, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, são desafetos de Moro, e o ex-ministro não é nem o terceiro mais popular de acordo com os levantamentos.

Caso decida tentar a sorte na política, pessoas próximas ao ex-juiz acreditam que ele deveria evitar uma campanha tão pesada quanto a de presidente e escolher um cargo no qual possa construir a carreira com mais calma. Tentar uma vaga no Senado, portanto, é uma das possibilidades em análise pelo ex-ministro.

O Podemos aguarda uma definição de Moro para que possa organizar os planos para 2022. Muitos partidos já começaram a se movimentar para o ano que vem, e a legenda quer ter um horizonte de qual será a melhor estratégia para concorrer ao Planalto. Por isso, há uma certa ansiedade pela decisão de Moro, pois, caso ele rejeite disputar as eleições para presidente, a sigla quer ter tempo para escolher outro nome.

A opção do ex-ministro também vai influenciar na composição dos diretórios nacionais do Podemos, que podem ser montados apenas com nomes que impulsionem a candidatura do ex-ministro. Além disso, eventuais filiados que apoiam Bolsonaro seriam retirados de posições de liderança.

Neste retorno ao país, Moro terá compromissos em Brasília, São Paulo e Curitiba. A reunião com dirigentes do Podemos ainda não foi confirmada nem por representantes do partido nem pelo ex-ministro. De todo modo, parlamentares filiados à sigla aguardam o contato do ex-juiz e esperam que o convite para disputar a Presidência o seduza.

Segundo membros do Podemos, o ex-ministro poderia fazer com que pautas que foram abandonadas por Bolsonaro avancem, sobretudo as de enfrentamento à corrupção e de prisão após condenação em segunda instância.

Moro tem uma história muito bonita e um capital eleitoral muito grande. Nenhum partido desprezaria isso. Vejo com bons olhos a filiação dele, caso aconteça. Seria um bom candidato, não resta a menor dúvida. Teríamos um nome nacional e uma pauta ética para o Brasil. Significaria muito para o partido”, afirmou o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe ajudar.
👋 Anuncie com a gente!

Os cookies nos ajudam a fornecer, proteger e melhorar nossos produtos e serviços. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.