Esposa evangélica manda bilhete a vizinha pedindo que não ande de sutiã em casa: “Tenha decência”

Uma jovem de 25 anos, moradora de Osasco, na Grande São Paulo, compartilhou nas redes sociais um bilhete que recebeu de uma vizinha pedindo que ela parasse de andar dentro de casa usando apenas sutiã.

“Olá, gostaria de pedir o favor pra senhora parar de transitar em sua casa de sutiã, somos evangélicos e meu marido fica em casa em home office. Tenha decência. Obrigada”, diz a mensagem.

O caso foi divulgado nas redes há cerca de 20 dias, mas o debate em torno do direito ou não de Juliana Kulpa só aumenta. Ela tem dois filhos e disse que ficou assustada quando encontrou o bilhete em sua caixa de correspondências.

“A primeira reação foi um susto, porque a pessoa não se identificou. Fiquei assustada com isso”, contou em entrevista a Universa/UOL.

Ela conta não ter o costume de andar de sutiã no imóvel e acredita que a vizinha a tenha visto com um top e shorts de academia. “Eu imagino que tenha sido no dia que eu fui fazer uma caminhada e, em seguida, fiz uma faxina”, afirma.

A jovem não sabe quem é a vizinha que escreveu o bilhete.

 

Para a Universa, Juliana diz que a maioria das mensagens que recebe é de apoio.

“99,9% das mensagens são de apoio. A única coisa que me incomodou um pouco é que muita gente perguntou sobre o que o meu marido achava disso. Eu tentava responder: ‘Meu marido não acha nada, o corpo é meu. Quem está expondo o corpo sou eu. Ele não tem nada a ver’.”

Fonte: Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.