Então é Natal Brasilienses já estão caprichando na decoração da época

Moradores prepararam suas residências para a chegada do dia 25 de dezembro e partilham as expectativas para a festa; veja dicas de decoração

 (crédito: João Tupinambá/Divulgação)
(crédito: João Tupinambá/Divulgação)

Presente nas ruas, jardins, portas e vitrines, a decoração é fundamental por espalhar a magia do Natal. Com a chegada da festa, os tons de verde, dourado e vermelho marcam presença nas árvores e guirlandas das residências do Distrito Federal. Com o fim de um ano repleto de desafios, os diferentes modelos, materiais e estilos trazem alegria para as famílias brasilienses.

Segundo a tradição cristã, os preparativos iniciam-se em novembro. No caso da árvore, o dia certo para montá-la é o primeiro domingo do Advento, hoje. A data e a montagem da árvore marcam a preparação para o nascimento de Jesus e a cesta dura, ao todo, quatro semanas.

A família da empresária Mariana Tupinambá Ribeiro Medina, 30 anos, manteve a tradição da decoração para este ano. “Pra tudo fazemos cenário. Se vai brincar de casinha, desenhamos os móveis em papelão ou usamos objetos reais da nossa casa para compor a brincadeira. Se vai brincar de teatro, a mesa vira palco. E assim é também com a decoração de Natal. As crianças escolhem, participam e depois vivenciam cada cantinho dramatizando a verdadeira história do Natal”, conta.

Para a empresária, alguns itens são essenciais na decoração. “Pode ter tudo, mas não pode faltar a Sagrada Família nem o presépio. É diante deles que contamos a história do nascimento de Jesus para as nossas filhas. Também não pode faltar a figura lúdica do Papai Noel trazendo os presentes — só não me peça pra contar de onde ele vem, mas que é perfeito e lindo, ah é”, brinca. “Se pudesse, eu nem desmontaria”, acrescenta.

Mãe das pequenas Catarina, 4, e Isabel, 1, Mariana reforça que o espírito natalino vai além dos itens decorativos. “Esse espírito começa quando lembramos que tem um grande dia chegando: o aniversário do menino Jesus. Quer acontecimento mais importante do que esse?”, indaga. A empresária procura passar bons valores para as filhas na data. “Procuramos sempre passar para Catarina e para a Isabel que não adiantaria nada essa linda árvore se o nosso coraçãozinho não brilhar. Não tem erro: agradecer sempre, se colocar no lugar do outro, em qualquer situação. Fazer o bem e ser feliz”, acredita.

Neste ano, Mariana diz que o Natal será como sempre foi para ela. “Na casa dos meus pais, porque nossa família sempre deu muito valor à união. Mas, sem dúvidas, terá um gosto ainda mais especial. O ano foi difícil e triste pra todos, mas acreditamos na gratidão como a principal ferramenta capaz de trazer otimismo, luz e alegria pra nossa vida”, crê a empresária.

Novas tradições

Após um ano de grandes dificuldades, a família da aposentada Marta Mesquita Sabino de Freitas, 63 anos, decidiu manter a tradição decorativa. “Traz outro clima, deixa a casa mais alegre”, acredita. “Esse ano, com tudo o que aconteceu, achamos mais importante ainda mantermos a tradição. E é gostoso, porque já vamos entrando no clima de fim de ano com outro estado de espírito. Dá mais ânimo ver a casa decorada. Traz uma paz no coração”, reforça.

Para a aposentada, o espírito natalino que chega com a decoração pode ser considerado uma renovação de esperança. “Como cristã, o Natal tem um significado muito grande para nós. Juntando toda essa expectativa e preparação para uma comemoração, mesmo que restrita, torna-se um antidepressivo. Nós temos uma boa expectativa, e não abandonamos uma tradição. Esse ano, pudemos observar o que realmente é importante, que são os encontros, e não troca de presentes”, completa.

A expectativa para o encontro familiar está diferente esse ano. “Sabemos que não será a mesma coisa, como nos outros Natais, onde todos se abraçavam e havia troca de presentes. Queremos poder nos encontrar e torcemos para que ninguém adoeça até lá. Que todos continuem saudáveis, para podermos fazer uma reunião restrita”, deseja a aposentada.

Cenário natalino

Seja casa, seja apartamento, o fato é que as luzes natalinas não escolhem lugar para levar a magia do Natal. Moradora de Águas Claras, a dona de casa Raíssa Braga Franco, 28, iniciou a montagem do cenário natalino no seu apartamento. “O nosso lar é um lugar de paz, alegria, união e esperança; todos esses elementos são representados pelo espírito natalino. As luzes, as cores, o brilho, todos os itens que compõem a decoração de Natal nos remetem a algo que está para além do que estamos vivendo no presente. O Natal traz uma mensagem de esperança e redenção”, diz.

A mensagem natalina é expressa, na maioria das vezes, pela tradição decorativa, conforme acredita Raíssa. “Quando decoramos a casa, nos lembramos do bem que podemos fazer, da luz que podemos ser na vida das pessoas, da família e de quem precisa de uma mensagem de esperança”, diz. A dona de casa diz que, no primeiro ano de celebração natalina, a família comprou apenas a árvore, um pisca-pisca e uma dúzia de enfeites. “Era o que o nosso orçamento de R$ 150 comportava”, lembra.

Desde então, a família tem incrementado a decoração. “Não temos pressa em ter a árvore completa e perfeita de imediato. Tudo em nossas vidas é um processo, a decoração de Natal faz parte dessa construção. A cada Natal temos uma árvore mais bonita e completa. Ao longo dos anos, veremos a evolução da nossa decoração natalina e, consequentemente, a evolução da nossa família. Não podemos comprometer o orçamento familiar com muitos enfeites de uma só vez, por isso delimitamos um valor e vamos trabalhando com o que está ao nosso alcance”, ressalta.

Dicas para decorar

 (crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press

A decoradora Carmen Abreu dá dicas de como decorar a residência para o Natal.

Árvore
Escolha o espaço onde você vai colocá-la, sempre de acordo para não ficar muito apertada ou pequena para o local. Conhecendo o espaço, você saberá o tamanho adequado.

Montagem
Abra a árvore e coloque todos os galhos, para cima e para baixo, sem deixar buracos. Em seguida, separe todo o material que deseja usar: luzes, bolas, laços, enfeites, bonecos, folhas e flores. Primeiro coloque as luzes. Você pode colocar uma luz fixa e outra com movimento. Assim, sempre que uma piscar, a outra vai continuar ligada e a árvore nunca ficará apagada. Comece colocando por baixo da árvore, espalhando por toda a extensão dos arranjos, e no final coloque nas partes internas dos galhos. Geralmente, para uma árvore de 1,80m ou 2m, são usados quatro fios de luzes: dois fixos e dois com movimento.

Enfeites
Coloque no topo da árvore um enfeite do seu gosto, pode ser flor, boneco, estrela… Em seguida, distribua os laços por toda a árvore para prever como ficará o preenchimento. Depois que achar que já está tudo no lugar, prenda-os com os arames que preferir.

Flores
Depois que os laços estiverem presos, coloque as flores para ocupar os espaços que sobraram.

Bolas
As bolas são as últimas a serem colocadas. As cores podem combinar com a sala. Uma dica é dobrar um pouquinho a ponta do galho para que elas não escorreguem.

Mesa de jantar
O arranjo que ficará na mesa deve ser baixo, para não atrapalhar as pessoas. Ele pode ser feito com potinhos retangulares, quadrados ou redondos, a depender do formato da mesa. Dentro do potinho, pode-se colocar espuma vegetal. Para enfeitá-lo, coloque matinhos para cobrir a espuma e galhos de pinha amarrados. Enfeite de acordo com o seu gosto. Para iluminar os arranjos, podem ser usados fios de luz que funcionam a pilha. A vela pode ser colocada dentro de copinhos, perto dos pratos dos convidados.

Sala
Coloque bonecos e enfeites de Natal que você gosta. Se tiver uma mesinha de centro, coloque um arranjo menor em cima dela. Pode-se colocar fios de luzes por baixo dos móveis.

 

Informações Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.