domingo, 24 outubro de 2021
Aqui você fica por dentro de tudo que acontece em Brazlândia.

Brazlândia – DF

Notícias

DF registra, em outubro, o maior número de desempregados desde maio

1 Mins read

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios covid-19, do IBGE, revela que, somados, os desempregados e não ocupados que querem trabalhar, são 407 mil pessoas

 (crédito: Paulo H. Carvalho/CB/D.A Press - 24/1/06)
(crédito: Paulo H. Carvalho/CB/D.A Press – 24/1/06)

O Distrito Federal alcançou, em outubro, o maior número de moradores desempregados desde maio. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) covid-19, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou 233 mil pessoas desocupadas na capital, uma taxa de 14,9% na relação da proporção de desocupados na força de trabalho.

A análise também mostrou que outros 174 mil moradores do DF não estavam ocupados e não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade, mas gostariam de trabalhar. Somando desempregados e não ocupados que querem trabalhar, são 407 mil pessoas.

Outro índice recorde da capital Federal na PNAD covid-19 de outubro foi a quantidade de pessoas na informalidade. Foram registrados 384 mil ocupados na informalidade no mês pesquisado, o maior valor desde o início das análises, em maio, representando o percentual de 28,8%, o quinto menor do país.

Entre os empregados, o DF teve ainda o maior percentual das unidades da Federação de pessoas em trabalho remoto, com 21,1% do total da população ocupada em regime de home office, somando 262 mil pessoas. Porém, houve queda de 2,2 pontos percentuais em relação a setembro.

Auxílio emergencial

A PNAD mostra ainda uma queda de rendimento proveniente do auxílio emergencial pelos domicílios. Em setembro, a média de renda desses lares era de R$ 938, valor que caiu para R$ 857 em outubro. Por outro lado, o rendimento real domiciliar per capita médio de famílias em que ninguém recebe o auxílio emergencial foi de R$ 3.033,00.

Em todo o mês de outubro, 57 mil domicílios da capital tinham algum morador que adquiriu um empréstimo, sendo 89,8% dos casos provenientes de bancos ou financeiras e 9,8% de parentes ou amigos.

 

Informações Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe ajudar.
👋 Anuncie com a gente!

Os cookies nos ajudam a fornecer, proteger e melhorar nossos produtos e serviços. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Configurações de cookies

Abaixo você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.