Brazlândia recebe programa da Sejus que leva bem-estar e saúde à população

Promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), o programa Sua Vida Vale Muito, movimentou o centro de Brazlândia, com a prestação de diversos serviços gratuitos aos moradores. No primeiro dia de ação, a população chegou cedo para desfrutar dos serviços e atendimentos oferecidos, como Jéssica Nascimento, de 27 anos. Ela foi uma das primeiras da fila para a consulta oftalmológica, oferecida pela Fundação Regional de Assistência Oftalmológica (FRAO).

“Eu vim aqui para fazer exames de vista, estou com dificuldade de enxergar de longe e queria descobrir se de fato eu tenho algum problema. Acho que esse serviço é muito bom, uma forma de ajudar a gente que não tem condições de pagar, porque geralmente é um serviço caro”, relata a jovem.

As atividades iniciaram na sexta (24) e continuam neste sábado (25), das 9h às 13h, na Praça do Laço, próximo ao lago veredinha, no centro da cidade. A programação inclui consulta médica, práticas interativas de saúde, vacinação contra a gripe, entre outros atendimentos.

“É uma maravilha estar aqui com esse projeto de saúde e bem-estar. Nos dois dias da ação, oferecemos exames de vista, saúde da mulher, primeira e segunda via da identidade. Tudo totalmente gratuito. Estamos oferecendo o melhor para a população desta cidade”, frisou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Além de cuidar da saúde, os moradores tiveram acesso à emissão da identidade no ônibus da Polícia Civil, em parceria com o Na Hora. Este foi um dos atendimentos mais procurados nesta sexta-feira. O morador Daniel Carlos explica os benefícios desse serviço. “Eu perdi o meu RG e aproveitei esta oportunidade para tirar a segunda via. O serviço de graça facilita para mim que estou desempregado. Para agendar o RG normalmente demora e aqui é mais fácil, faz na hora”, completou.

Nesta 10ª edição, a Sejus disponibilizou estande para prestar informações sobre o próximo Casamento Comunitário do DF, que será realizado no dia 28 de novembro. Com direito a vestido de noivas e buquê na decoração do espaço, o local atraiu diversos casais interessados em oficializar a união. “Quero fazer um compromisso com minha esposa, ela é evangélica e me cobra muito. Já estamos juntos há 30 anos. Acho que o casamento vai melhorar o nosso relacionamento”, comenta o reparador de eletrônicos José Ferreira, de 65 anos, que já tirou todas as dúvidas sobre o programa.

 

Fonte: Jornal de Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.