Aplicativo de transporte exclusivo para mulheres e crianças inicia cadastro de motoristas no DF

A Lady Driver, aplicativo de transporte exclusivo para mulheres e crianças, deve começar a operar nas ruas do Distrito Federal a partir de outubro. Mas antes disso, a plataforma, que já funciona em São Paulo desde 2017, começou a convocar as motoristas do DF interessadas em se cadastrar e fazer parte do time. O app foi criado para oferecer mais segurança e comodidade ao público feminino, que trabalha como motorista ou que utiliza aplicativos para se locomover. Em 2021, a Lady Driver está em fase de expansão para grande parte das capitais brasileiras. 

É necessário ter CNH com observação de que exerce atividade remunerada; o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV); e o carro deve estar dentro do padrão exigido pela Lady Driver e pela legislação local: no máximo 8 anos de fabricação, 4 portas, ar condicionado, IPVA e licenciamento em dia. 

Além disso, a motorista deve ter conta bancária (não é possível cadastrar conta de terceiros), e comprovante de residência

Diferenciais

O aplicativo Lady Driver tem alguns diferenciais, como a forma de remuneração das motoristas. O pagamento à condutora se inicia a partir do momento em que aceita a corrida para buscar a passageira.

Outro ponto positivo do aplicativo é que quando a condutora recebe o pedido para aceitar a corrida, ela já sabe o endereço do destino final. Com o intuito de prezar pela segurança das mulheres, o app também é rigoroso quanto ao cadastramento de passageiras. A Lady Driver tem um sistema para verificar a veracidade do CPF do cadastro da passageira na Polícia Federal e na Receita Federal, caso não seja real, ela não consegue realizar o cadastro na plataforma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.